Edição nº 82 - Julho de 2012 Zoom

  • Almanaque

  • Em dia

  • Dossiê Revolução de 1932

    • Quando perder é vencer Quando perder é vencer

      Com mais de 600 paulistas mortos, o resultado do embate entre as forças constitucionalistas e o governo foi considerado uma vitória moral

    • Contra os inimigos da pátria

      Para vencer os “rebeldes paulistas” o governo Vargas contou com a participação decisiva das tropas enviadas do Norte

    • Um estado sitiado

      Dividido entre apoiar ou combater o gaúcho Getulio Vargas, o Rio Grande do Sul foi fundamental para conter a luta constitucionalista

  • Artigos

    • Lendas da liberdade Lendas da liberdade

      Luta pelo país ou por São Paulo? Oitenta anos depois do conflito, o histórico da guerra civil ainda divide opiniões

    • Quentes, sujas e doentias

      A vida e a saúde nas cidades coloniais estavam muito distantes do paraíso tropical imaginado pelos europeus

    • Recife nos tempos do cólera Recife nos tempos do cólera

      Em 1856, uma terrível epidemia tomou conta da cidade, dizimando a população e provocando pânico

    • Som de peso

      Um novo órgão está sendo construído para a Antiga Sé, no Rio de Janeiro. Com ele, a igreja pretende voltar a ser uma referência musical

    • O preço do risco

      A mineração no Brasil gerou riquezas, mas provocou a morte de muitos índios, bandeirantes e africanos

    • As desventuras de um pecador

      Abastado senhor de engenho, Gabriel Soares de Souza deixou tudo para procurar riquezas minerais na Bahia

  • Entrevista

  • Leituras

    • O Brasil das brenhas O Brasil das brenhas

      Em O sertanejo, José de Alencar revela um sertão marcado por conflitos entre a floresta e a fazenda

  • Perspectiva

    • Uma multidão sai às ruas

      Fotografias publicadas na imprensa dão o peso realista ao movimento, atribuindo-lhe um caráter popular

  • Educação

    • Todo dia é dia de índio Todo dia é dia de índio

      O ensino da história e das culturas indígenas na educação básica é repleto de desafios, mas também de possibilidades

  • Retrato

    • Mulher de fibra Mulher de fibra

      Amante de Pedro I, a marquesa de Santos desafiou as convenções e impôs respeito

  • Por dentro da Biblioteca

    • Herança musical Herança musical

      Família do compositor Julio Reis doa acervo do artista prodígio com centenas de obras de sua autoria

  • Quadrinhos

    • O chiste e o traço

      O primeiro chargista da grande imprensa de Pernambuco era um garoto introvertido de apenas 15 anos

  • Por dentro do Documento

    • Os camelôs e sua sina

      Abaixo-assinado dos lojistas capixabas pede o fim do comércio ambulante de tecidos. Em 1824!

  • A História do Historiador

Compartilhe