Vida e obra de Sérgio Buarque de Holanda

Vida e obra de Sérgio Buarque de Holanda

Revista de História

  • Nascido em São Paulo em 11 de julho de 1902, Sérgio Buarque de Holanda publicou seu primeiro texto, “Originalidade literária”, com apenas 18 anos, no jornal Correio Paulistano. E não parou mais de escrever. Embora o primeiro livro, Raízes do Brasil, tenha sido publicado somente em 1936, nos anos 1920 Holanda desenvolveu uma intensa e fecunda colaboração na imprensa. Foi também editor da revista modernista Estética. Publicou outros livros fundamentais: Monções (1945); Caminhos e fronteiras (1957); Visão do Paraíso: os motivos edênicos no descobrimento e colonização do Brasil (1958). Organizou a importante obra coletiva História Geral da Civilização Brasileira.

    Professor da Universidade de São Paulo, Holanda foi o grande responsável pela criação do Instituto de Estudos Brasileiros (IEB). Intelectual engajado e destemido, solicitou sua aposentadoria na USP em abril de 1968, em solidariedade aos professores aposentados pelo AI-5. Em 1980 tornou-se um dos membros fundadores do Partido dos Trabalhadores. Morreu em 24 de abril de 1982.

    Para um conhecimento mais detalhado de sua biografia, ver “Apontamentos para a cronologia de Sérgio”; repertório biográfico preparado pela viúva do autor, Maria Amélia Buarque de Holanda, disponível em www.unicamp.br/siarq/sbh

     

Compartilhe