Para sentir o tempo passar

Livro da editora Peirópolis ajuda a pensar o conceito abstrato de tempo.

Agnes Alencar

  • Madalena Matoso / Com o tempo

    Com o tempo

    Isabel Minhós Martins; ilustrações Madalena Matoso

    48 páginas, R$ 35

    Editora Peirópolis

     

    Tempo é um conceito primordial para o ofício do historiador. Todavia, sabemos que, sendo abstrato, suas compreensão e apreensão são mais difíceis para algumas faixas etárias, sobretudo aquelas acostumadas à materialidade das coisas. Com o tempo é um livro sobre mudanças que busca – a partir da experiência cotidiana – perseguir os rastros do tempo. “Com o tempo, podemos ver o tempo”, sintetiza a autora portuguesa Isabel Minhós. Ela propõe diferentes situações nas quais a ação do tempo fica “visível”, algumas corriqueiras, como a cebola que, com o tempo, vai ficando transparente na frigideira, e outras subjetivas, como a ideia de que com o tempo perdemos algumas coisas e ganhamos outras. Ao texto sensível somam-se ilustrações delicadas de Madalena Matoso. Este é um livro que nos convida a uma profunda reflexão sobre os fluxos e as diferentes complexidades do tempo, em suas mudanças e permanências.

    Atividade Proposta:

    Livro da editora Peirópolis oferece um pontapé inicial para pensarmos o conceito abstrato do tempo. Esta proposta didática foi pensada para crianças entre 5 e 7 anos a partir da leitura da história de Isabel Minhós.

    Madalena Matoso / Com o tempo

     

    Primeira etapa:

    Ler o livro com as crianças. Descobrir com as crianças quais experiências apresentadas pelo livro já foram experimentadas por elas. Perguntar que outras experiências elas lembram nos quais o tempo fez diferença

    Conversar sobre momentos nos quais o tempo passa e nós não vemos. Elencar em tópicos.

     

    Segunda etapa:

    Propor experiências prática com as crianças para falar sobre o tempo.

    Sugestão: Escolha algumas das que o livro apresenta e algumas das que as crianças apresentam de modo que mescle a quantidade de tempo envolvida, desde uma hora, até vários dias.

     

    Terceira etapa:

    Proponha que as crianças conversem com seus pais e perguntem a eles um símbolo emblemático de mudança e de passagem de tempo para a experiência pessoal deles e proponha que as crianças tragam fotografias antigas delas, de seus pais e de seus avós. Aproveite para discutir a diferença de passagem de anos com elas, fazendo uso das experiências da etapa anterior como ilustração. 

     

    Agnes Alencar é pesquisadora da Revista de História da Biblioteca Nacional.

     

    Saiba mais:

    Conheça a Planeta Tangerina

    Outras propostas didáticas

Compartilhe

Comentários (0)